quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Espetáculo mostra crendices e amores do mundo dos encantados de Maiandeua

Arte e Cultura

O mundo dos seres encantados dará vida ao espetáculo teatral Maiandeua, que estreia no próximo dia 20 de janeiro, às 20 horas, no Porão Cultural do Instituto Universidade Popular (Unipop), na Avenida Senador Lemos, entre Dom Pedro I e Dom Romualdo de Seixas, no bairro Umarizal, em Belém. A montagem fica em cartaz até o dia 19 de fevereiro, de quinta à sábado, sempre no mesmo horário e local.

O espetáculo conta a história de Joana da Barca, uma jovem que sumiu aos 12 anos, ao cair em um rio da Amazônia, e reaparece sete anos depois cheia de encantos e crenças, para buscar o amor do passado, Pedro, e leva-lo para o mundo dos encantados da Ilha de Maiandeua.

O ressurgimento de Joana, que havia sido levada pelas águas do rio em plena “hora grande”, é motivo de crença e esperança entre os moradores. Entre uma conversa e outra sobre a vida dos outros, comadres e vizinhas retratam as crendices populares ao alertarem sobre o perigo das “beiras de rios” e das “matas” em determinadas horas do dia. Na hora dos encantados, segundo elas, o risco é de as pessoas serem levadas, misteriosamente, para a Ilha de Maiandeua. As crendices, porém, encontram resistência entre os doutores da Lei e da Ciência.

A história de amor cheia de encantos entre Joana e Pedro e os conflitos entre a ciência e as crendices populares se passam na década de 40, na Vila da Barca, um dos antigos mocambos de Belém. Para retratar o espetáculo, palafitas, pontes e casebres reconstruídas, especialmente para o espetáculo, farão o público rememorar o cenário da Vila da Barca de décadas atrás, misturando encantarias com as problemáticas cotidianas do local, fruto do descaso das autoridades.

Montado pelo Grupo de Teatro da Unipop sob a direção do arte-educador e historiador Alexandre Luz, o espetáculo Maiandeua é uma adaptação do texto, de mesmo título, do autor paraense e imortal da Academia Paraense de Letras, Levi Hall de Moura. “O espetáculo vai mostrar que nossa cultura é permeada de feitiços e encantos de uma espiritualidade misteriosa, que ultrapassa a mera questão folclórica de nossas comunidades ribeirinhas”, afirma Alexandre Luz.

Serviço: Espetáculo Maiandeua. Apresentações nos dias 20, 21, 22, 27, 28 e 29 de janeiro e 3, 4, 5, 10, 11, 12, 17, 18 e 19 de fevereiro, sempre às 20 horas, no Porão Cultural da Unipop, na Avenida Senador Lemos, 557, entre Dom Pedro I e Dom Romualdo de Seixas, no bairro do Umarizal, em Belém. Ingresso Promocional: R$ 5,00 (meia-entrada).

Ficha técnica:

Elenco: Amanda Santos, André Souza, Andrei Souza, Artur Coelho Filho, Clause Monteiro, Claudia Santiago, Nete Pamplona, Gabriela Mendonça, Geovani Moia, Jorge Anderson, Janaína Andrade, Maria Silva, Marisa Barros, Priscila Oliveira, Sttefane Trindade, Tainá Lima, Vanda Lopes e Washington dos Santos.

Adaptação de texto: Alexandre Luz

Iluminação: Walter do Carmo
Assistência de Iluminação: Adriane Gonçalves

Sonoplastia: Duda Souza e Henrique Garcia

Cenografia: José Luiz Santos

Assistência de cenografia: Grupo de Teatro da Unipop

Figurino: Nete Ribeiro e Grupo de Teatro da Unipop

Direção: Alexandre Luz

Texto: Max Costa, assessor de comunicação da Unipop.

2 comentários:

  1. Olá, sou Arione. Seu blog é lindo. Estou seguindo o blog. Segue o meu?
    http://arionetorrres.blogspot.com
    Tchau...

    ResponderExcluir
  2. Obrigada. Tentei add o seu, mas não consegui. O endereço está correto? Abç.

    ResponderExcluir